"Todos os dias o ciclo se repete, às vezes com mais rapidez, outras mais lentamente. E eu me pergunto se viver não será essa espécie de ciranda de sentimentos que se sucedem e se sucedem e deixam sempre sede no fim."





Caio Fernando Abreu






quarta-feira, 11 de agosto de 2010

I care

eu não devia me importar, mas eu me importo.
e eu não saberia descrever, mensurar e externar de quantas e de tais variadas maneiras sou surpreendida me importando com você...nos lugares onde passo, em uma música, em um gesto que te lembra.
Isso não pode ser normal. Já fiz de tudo pra não pensar mais, pra não lembrar o que poderia ter sido e  não foi..pra não me culpar por não ter..agora não tem jeito!
Isso deve ser uma doença..nunca quis não me importar com alguém e não conseguir isso...e o pior fingir que não me importo...jogando um jogo completamente sem nexo comigo mesma.
É o único elo que falta ser cortado..o único nervo que deve ser extirpado pra que eu não sinta mais..pra que eu não erre mais com ninguém.
E tenho enormes motivos pra extirpá-lo..o maior deles é de que o que eu queria não posso ter e isso acima de tudo me é proibido agora..mais que tudo!

Um comentário:

  1. não é proibido não.
    fique com ele pra você. é sério.

    ResponderExcluir